Volta ao topo
T: (55-11) 3611.6022     Whatsapp:  ligue »

Setor farmacêutico: É necessário um compressor isento de óleo?


08/02/2020

Qualidade, segurança e eficiência são imprescindíveis em todo o processo produtivo de uma indústria farmacêutica. Para essa garantia, é necessário contar com as ferramentas adequadas, especialmente quando o assunto é a principal fonte de energia para o desempenho de toda a sua planta. A isenção de riscos, contaminações e variações na qualidade dos produtos é a prioridade número 1 no setor farmacêutico, bem como o princípio de um compressor isento de óleo!

Como você já deve saber, a escolha dos melhores compressores de ar para as particularidades de suas operações é um cuidado que reflete tanto na saúde do seu negócio como na saúde do consumidor.

Diversas etapas críticas do processo de fabricação farmacêutica exigem um ar comprimido com alto grau de pureza, desde a transferência e mistura dos componentes até a prensagem, o revestimento e a embalagem dos produtos. Nesse caminho, os compressores isentos de óleo são fundamentais e representam um grande avanço, indispensável para processos que não podem correr riscos de contaminação pelo óleo presente nos equipamentos.

Entenda os diferenciais de um compressor isento de óleo, e descubra todas as vantagens que essa tecnologia pode oferecer à sua indústria!

Como funciona um compressor isento de óleo?

O compressor isento de óleo tem o propósito de atender às necessidades de aplicações que exigem um elevado nível de qualidade do ar comprimido, como por exemplo: indústria química, petroquímica, farmacêutica e alimentícia.

Essa tecnologia engloba diversos tipos e categorias de equipamentos, incluindo compressores de parafusos, centrífugos, de pistão, com injeção de água e scroll. Assim, os compressores de ar isentos de óleo se adequam a cada perfil de produção, operando da mesma forma que os compressores lubrificados, porém sem a injeção de óleo na câmara de compressão.

Confira nosso artigo sobre os diferentes tipos de compressores e saiba mais!

Por que considerar um compressor isento de óleo?

Nível de pureza do ar comprimido

O ar comprimido entra em contato com os medicamentos em praticamente todas as etapas do processo de fabricação, dessa forma, o nível de pureza é um aspecto fundamental para a qualidade dos produtos que chegam até os laboratórios, hospitais e farmácias.

A partir da instalação de compressores isentos de óleo, em conjunto a secadores e filtros coalescentes, essa segurança é garantida, eliminando riscos de contaminações. Além disso, a tecnologia possibilita maior vida útil dos equipamentos e reduz as perdas por vazamentos, manutenções frequentes, interrupções e retrabalhos no ciclo produtivo.

No entanto, para garantir esse nível de qualidade, o projeto deve considerar as devidas normas de qualidade desde a fase de planejamento até a instalação e operacionalização dos equipamentos, atendendo às regras da  ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e às diretrizes do Esquema de Cooperação em Inspeção Farmacêutica (PIC/s), convenção internacional que reúne 47 países para a definição de guias e padrões inerentes ao setor farmacêutico.

Economia e eficiência operacional

Compressores de ar lubrificados apresentam maiores riscos de presença de óleo e água no ar comprimido, comprometendo não só a qualidade da produção como a durabilidade e o desempenho dos equipamentos.

Essas partículas corroem e desgastam os compressores, além de entupirem os filtros ao longo do tempo, o que resulta em queda de pressão, aumento de vazamentos, maior consumo de energia, manutenções mais frequentes, além de menor vida útil dos filtros e componentes da rede. Esses problemas, automaticamente, representam maiores custos com o conserto e a troca de peças, bem como perda de eficiência de seus equipamentos pneumáticos.

Uma vez que o compressor isento de óleo previne a contaminação do ar comprimido e a passagem de partículas corrosivas, a tecnologia reduz trocas desnecessárias dos componentes e a frequência das manutenções, o que viabiliza uma economia significativa com os custos operacionais e um desempenho superior de todo o seu sistema.

Sustentabilidade

A responsabilidade social e ambiental corporativa é cada vez mais importante tanto para os cuidados com o meio ambiente como para a imagem da sua marca no mercado e a adequação de suas operações de acordo com as normas ambientais.

A exigência por processos, ferramentas, produtos e serviços sustentáveis vem transformando a forma como as indústrias produzem e se relacionam com o mercado. E quando se trata da principal fonte de energia da sua planta, essa atenção não poderia ser diferente!

Um compressor isento de óleo contribui com uma produção sustentável, reduzindo a emissão de gases prejudiciais à atmosfera, vazamentos e a geração de resíduos, demandando menos reposições de peças e máquinas. Dessa forma, essa tecnologia ajuda sua indústria a se adequar aos princípios internacionais de proteção ambiental, além de posicionar a sua organização como uma marca consciente e comprometida!

Cuidados e pontos de atenção com compressores isentos de óleo

Compressores isentos de óleo não garantem ar isento de contaminantes

Além do óleo, o vapor de água, a poeira, detritos, ferrugem, aerossóis, microrganismos e muitos outros elementos estão entre os principais contaminantes que prejudicam a qualidade do ar comprimido, presentes no ar atmosférico, nos dispositivos e na tubulação do sistema.

Compressores isentos de óleo também requerem sistemas de purificação

Considerando que um compressor isento de óleo também está sujeito a contaminações por diferentes partículas, o equipamento não está isento da necessidade de tratamento de condensados e de sistemas de purificação de ar comprimido!

Portanto, é importante que os equipamentos contem com filtros e secadores eficientes, seguindo os mesmos princípios e cuidados com a qualidade do ar, mesmo que os riscos sejam menores em comparação com os compressores lubrificados.

Certificação ISO Classe 0

O ar comprimido isento de óleo é um critério de qualidade decisivo para a segurança e a confiabilidade de diversas aplicações industriais, e para garantir o nível de pureza adequado para cada segmento e tipo de produto, é essencial contar com equipamentos em conformidade com os parâmetros internacionais!

A classificação ISO 8573-1 é uma importante certificação de qualidade para compressores industriais, estabelecendo uma margem de concentração de óleo no ar comprimido de acordo com as exigências de cada aplicação. O grau de maior pureza é a Classe Zero, indispensável para a indústria farmacêutica, química e alimentícia.

Com a implantação de um compressor de ar isento de óleo, como os equipamentos da Ingersoll Rand, que já possuem a certificação Classe 0, você não precisa se preocupar com a qualidade de seus produtos, independentemente do tipo de compressor que utilizar.

Os compressores centrífugos e de parafusos centrífugos livres de óleo da Ingersoll, por exemplo, são rigorosamente testados pela TÜV Rheinland® – líder mundial em testes e serviços de avaliação independentes.

E para contar com equipamentos eficientes, é imprescindível contar com fornecedores confiáveis, certo? Neste quesito, a HBR está pronta para oferecer as melhores soluções e atender às particularidades da sua produção de forma precisa e eficiente!

Representantes oficiais da Ingersoll Rand e outras marcas líderes no mercado, nós contamos com um portfólio completo de compressores de ar isentos de óleo. Além disso, nossa equipe de engenheiros está preparada para entender suas necessidades operacionais e projetar a melhor solução para sua planta.

Converse com um especialista da HBR e entenda como implementar um compressor de ar com qualidade Classe 0 para a segurança e o desempenho da sua produção!