T: +55 11 3611.6022 WhatsApp: +55 11 99133.1672

Dois em um: por que a cogeração é um método eficiente de geração de energia

23/02/2019 -

Fundamental para manter uma indústria funcionando, a energia é um insumo caro e reflete diretamente na competitividade do empreendimento. Afinal, influência desde o custo de produção até a composição do preço final para o consumidor. Por isso, a busca por eficiência deve ser constante. É necessário mover máquinas e motores gastando menos, com qualidade e comprometimento com o meio ambiente. Resolver esta equação não é simples. É necessário evitar o desperdício e buscar alternativas para a geração de energia. E um dos mais eficientes métodos disponíveis é a cogeração, também conhecida como CHP (Combine Heat and Power). Este processo permite a geração de eletricidade e calor ao mesmo tempo. Na prática, a cogeração aproveita o calor que seria jogado na atmosfera. Por meio de uma turbina a gás, os gases de exaustão são direcionados para um trocador de calor. O resultado deste processo é capturado e recuperado para fornecer água quente ou vapor para outros usos. Isso sem utilizar mais combustível. Neste ciclo o ganho de eficiência chega a alcançar 90%, um índice que de forma alguma deve ser desconsiderado. Vale lembrar que na geração tradicional de energia, a eletricidade e a energia térmica são produzidas separadamente usando dois processos e fontes de combustível diferentes. Os combustíveis fósseis convencionais são usados para gerar eletricidade com eficiência máxima em torno de 60% e, na maioria dos casos, o calor produzido como subproduto desse processo é dispensado no ambiente. Enquanto que uma caldeira ou forno é usado para gerar calor, normalmente para produção de vapor. Mais eficiente e alternativa para eliminar o desperdício, a cogeração traz outras vantagens para a indústria. Entre elas estão a redução do custo de energia elétrica e vapor (ou gás quente), manutenção do planejamento financeiro sem impacto da volatilidade do preço de energia da rede, alcance de 98% de confiabilidade ao utilizar a tecnologia presentes nas turbinas a gás e redução de até 30% na emissão de gases de efeito estufa. Além do ganho econômico, a cogeração contribui para melhorar a imagem da empresa junto ao público. Outro benefício é a possibilidade de beneficiar-se de incentivos disponíveis para empresas com certificados verdes e de eficiência energética.