Volta ao topo
T: (55-11) 3611.6022     Whatsapp:  ligue »

Manutenção de compressores: Como reduzir custos?


19/09/2019

Paradas inesperadas por falta de manutenção nos compressores de ar são uma das principais causas de perdas nas indústrias. Além de você gastar mais para corrigir o problema, a eficiência energética, a produtividade e o controle de qualidade em sua planta sofrem prejuízos, o que também encarece sua produção.

Para evitar essas dores de cabeça, a proposta da manutenção preditiva está cada vez mais presente no dia a dia de muitas indústrias. Essa estratégia é baseada no acompanhamento periódico de equipamentos ou máquinas, analisando os componentes durante sua vida útil, bem como as condições necessárias para o seu desempenho.

As maiores vantagens são a redução drástica em paradas emergenciais, maior durabilidade dos equipamentos e componentes, confiabilidade do processo produtivo e prevenção contra custos desnecessários ou excessivos no futuro.

Então por que não aplicar esse conceito à manutenção de compressores?

Confira as boas práticas da manutenção dos componentes de um sistema de ar comprimido e saiba como minimizar os custos operacionais da sua indústria!

5 Dicas de manutenção de compressores que resultam em economia

Troca dos filtros de ar de admissão do compressor

Prevenir que poeiras e outras partículas entrem na câmera de seu compressor é indispensável para garantir o bom funcionamento e a durabilidade do seu equipamento, sem falar no ganho de eficiência energética.

Assim, a troca dos filtros de admissão deve sempre ser considerada na manutenção de compressores, seguindo os padrões e tempo de validade especificados pelo fabricante.
Uso do óleo lubrificante correto e troca nos períodos adequados

A lubrificação adequada dos compressores é essencial para prevenir desgastes, facilitar a mobilidade das peças, reduzir o atrito, proteger os componentes contra a oxidação e vedar espaços entre peças submetidas à pressão.

Ou seja, o cuidado com a qualidade do óleo é uma das etapas mais importantes da manutenção de compressores e deve acontecer periodicamente, especialmente se os equipamentos operarem em temperaturas elevadas.

Troca dos elementos separadores de ar e óleo

Os elementos separadores têm a função de filtrar o óleo do ar comprimido e fazer com que o lubrificante volte para o sistema de lubrificação, garantindo que o ar chegue à rede de utilização sem excesso de contaminantes.

Durante a operação do compressor, a perda de carga destes elementos vai aumentando devido à retenção de partículas presentes no ar. A perda de carga elevada exige que o compressor gaste mais energia para atender a pressão de descarga definida.

Portanto, a troca desses componentes é mais um ponto de atenção que não pode ser deixado de lado em sua manutenção periódica, considerando sempre as recomendações do fabricante!
Limpeza dos resfriadores de ar e óleo

A limpeza dos trocadores de calor está diretamente relacionada a performance do equipamento.

Em equipamentos resfriados a ar, a poeira e os particulados em suspensão se acumulam na superfície dos resfriadores diminuindo a capacidade de troca térmica. Já em equipamentos resfriados à água, são os contaminantes presentes na água é que formam incrustações nos resfriadores restringindo o fluxo de água e reduzindo a capacidade de troca térmica.

É fundamental realizar a limpeza dos resfriadores periodicamente, conforme recomendações do fabricante, para garantir o bom funcionamento e performance do compressor. Para equipamentos resfriados à água também é recomendado o correto tratamento e purificação da água de resfriamento, ou a utilização de torres de circuito fechado.

Verificar o funcionamento dos purgadores

Com o resfriamento do ar no resfriador posterior, ocorre a condensação do vapor de água que está presente na atmosfera. Estes condensados devem ser eliminados do sistema por meio de purgadores.

Devido à grande quantidade de contaminantes, os purgadores podem entupir ou emperrar, impedindo a eliminação dos condensados e causando diversos prejuízos à performance e à produtividade do sistema.

O funcionamento dos purgadores deve ser verificado periodicamente e, quando identificado algum mal funcionamento, eles devem ser limpos, reparados ou substituídos.

Apenas para finalizarmos, vale ressaltar que é necessário contar com uma equipe qualificada para entender as particularidades da sua planta e estabelecer os melhores planos de manutenção preventiva e preditiva de sua rede de ar comprimido.

Nesse quesito, você pode contar com o time HBR! Com anos de experiência na comercialização e manutenção de compressores, estamos prontos para ajudar sua indústria a potencializar a eficiência de suas operações e reduzir custos de forma significativa.

Além disso, apresentamos o Air Delivery, um serviço de locação de longo prazo, que engloba desde a especificação dos equipamentos, incluindo o projeto e instalação dos compressores, até o controle e monitoramento à distância, bem como a manutenção preventiva e corretiva, possibilitando que você elimine de vez os gastos desnecessários com seus equipamentos.

Entre em contato e saiba tudo o que podemos oferecer para a eficiência de sua rede de ar comprimido!