T: +55 11 3611.6022 WhatsApp: +55 11 99133.1672

Refrigeração: injetoras de termoplásticos

01/01/2019 -

Você sabia que as injetoras de termoplásticos necessitam de refrigeração para o molde, base do funil e o óleo hidráulico? E quais as vantagens de um correto sistema de refrigeração para estes equipamentos? A refrigeração tem papel fundamental no processo de injeção para: o Melhoraria da qualidade das peças; o Aumento de produção; o Assegurar o funcionamento contínuo dos equipamentos.  

Água Gelada (Chillers)

Molde: A refrigeração do molde das injetoras ou sopradoras geralmente é feita com Água Gelada proveniente de Chillers. A água gelada dissipa o calor do material injetado e mantem o molde sob temperatura controlada (frio). Com isso obtém-se: – Melhoria no acabamento das peças injetadas; – Garantia do dimensional das peças; – Diminuição do ciclo de injeção, e consequentemente um aumento de produção de 30% a 50% (de acordo com o número de cavidades e peso das peças).

Água Industrial (Torres de Resfriamento)

Óleo hidráulico: – Para manter a repetibilidade do ciclo de injeção sem alterações na operação é necessário manter a temperatura do óleo entre 40 e 45°C. – Caso a temperatura do óleo seja inferior a esta faixa, o óleo hidráulico torna-se mais viscoso, podendo a danificar partes do equipamento. – Caso a temperatura seja superior a esta faixa, o óleo perde sua viscosidade, podendo ocasionar vazamentos em gaxetas, desgaste de cilindros entre outros problemas mecânicos no equipamento. Base do funil (rosca): – A refrigeração da base do funil evita que o calor se propague para matéria prima, ocasionando sua fundição precocemente. – Em alimentação automática de matéria prima, mantem constante a adição contínua de material.